top of page
  • Foto do escritorPortal Entre Elas

Relacionamento x Expectativa

Pensar somente em suas necessidades é assinar um acordo de falência com o amor


Por Dani Wicher

Olá Diva, como foi sua semana?

Espero que cheia de aprendizados e focadas na melhora pessoal.


Hoje quero falar com você sobre relacionamentos.

Sempre que entramos em um relacionamento, automaticamente criamos expectativas. Quem nunca?


É comum começar um relacionamento pensando em como a pessoa pode nos fazer feliz, realizar os nossos sonhos, suprir nossas carências e resolver nossos problemas. Mas será que você pensa em como fazer a pessoa feliz, dar carinho, acolhimento, apoio e ser solução para ela também?


Quem entra em um relacionamento pensando somente em suas necessidades e vontades, assina automaticamente um acordo de falência com o amor. Só recebemos aquilo que somos capazes de dar sem esperar nada em troca. Esse também é o segredo da evolução pessoal e emocional.


Quando você é capaz de entregar seu melhor sem criar expectativas, você descobre a verdadeira generosidade. Quando você sabe que fez o melhor, a sensação de tranquilidade por ter agido de acordo com a sua verdade é que te torna mais madura.


É muito comum as mulheres me falarem assim:

“Meu marido é muito chato."

­“Meu sonho é encontrar um príncipe encantado.”

“Meu marido só reclama...”


Eu te pergunto: E você? Será que você não é chata? Será que ao encontrar a pessoa você não despeja reclamações, cobranças e frustrações nela? Quando foi a última vez que você perguntou, com interesse real, como foi o dia do seu companheiro? Quando foi a última vez que você o ouviu com verdade e disponibilidade atenta as suas necessidades?


É fácil desejar um "príncipe", mas você já se perguntou se realmente é uma "princesa"?

Os sentimentos que entregamos ao outro retornam para nós. Cobrar do outro, o que não somos capazes de entregar é muito comum, e é por isso que os relacionamentos se tornam guerra de egos com dois adolescentes lutando por algo que não vale a pena vencer.


Um relacionamento saudável deve ter amor genuíno, confiança e interesse. Se você quer ser interessante, seja uma pessoa interessada. Interesse-se pela vida do seu parceiro, pelas dores, alegrias, problemas e conquistas. Pergunte com verdade o que ele sente e o que precisa e verbalize suas necessidades também. Ninguém tem bola tem cristal, não tem como adivinhar o que você quer e o que você pensa.


Não complique o simples, não bagunce o amor. A vida pode ser fácil, vamos parar de problematizar tudo. Se alguém fala B, automaticamente pensamos: ah, ele falou B, mas ACHO  que na verdade quis dizer XYZ. Que maluquice, se disse B é porque disse B e pronto, porque você tem que ACHAR algo? Esses achismos matam a sua maturidade e te colocam em um lugar infantilizado da existência.


Porque competir por quem está mais cansado ou trabalha mais? Porque não ser apoio, tranquilidade e segurança para o outro? A verdadeira essência não está ligada ao quanto fazemos pelo outro, mas sim, ao amor e generosidade que entregamos e o quanto isso pode modificar a nossa realidade.


Se você acredita que não está recebendo o que tanto deseja, avalia se entrega o que o outro merece. Acredite na entrega sem recompensas, ok? Seja amor, seja verdade e generosidade.


Juntas Somos Mais Fortes



0 comentário

Comments


bottom of page