top of page
  • Foto do escritorPortal Entre Elas

Banheiro acessível deve ser lindo, sim!

Por Nadja Ferreira

No post de hoje, vou contar um pouquinho sobre o desafio de projetar um banheiro acessível e vou dar exemplos de como ambientar esse espaço de forma super criativa.


Devo dizer, que pra mim como arquiteta, é impossível que o projeto não se torne também um desafio emocional. Colocar-se no lugar do outro é o primeiro exercício para ajudar uma pessoa com necessidades especiais independentemente da idade ou gênero.


No entanto, não existe nada mais gratificante do que tornar a vida dessas pessoas um pouco melhor, com mais independência e dignidade.

Apesar das regrinhas, engana-se quem pensa que um banheiro acessível precisa ser sem graça e com aparência de hospital. Acompanhe!


O que é um banheiro acessível?


É aquele que é adaptado para o uso de pessoas com algum tipo de necessidade especial ou dificuldade de locomoção. Podem ser usuário de próteses, muletas, cadeiras de rodas, bengalas, sistemas assistivos de audição, baixa visão e idosos.






O que não pode faltar

Portas e acessos


Na hora de projetar um banheiro acessível, deve-se levar em conta que portas e acessos precisam ter dimensões maiores do que o comum. Deve ter, no mínimo, 80 cm de largura para que a cadeira de rodas passe sem nenhum problema.


Desníveis


O ideal é que o piso do banheiro acessível seja nivelado, sem nenhum degrau. Se fizer muita questão de um desnível na área do box, é permitido um rebaixo de 1,5 cm.





Área de transferência e manobra


Para definir as medidas de um banheiro acessível, primeiramente devemos considerar a movimentação do cadeirante pelo espaço. Ele precisa fazer um giro de 360º, o que nos obriga a deixar uma área livre de 1,50m de diâmetro. Veja a figura ilustrativa:

Fonte: Archdaily

Na hora de usar o vaso sanitário do banheiro acessível, o cadeirante precisa estacionar a cadeira ao lado ou na frente do vaso para fazer uma transição segura para o assento e vice-versa. Por isso, é necessário considerar 1,20 m de profundidade por 80 cm para que a cadeira e o cadeirante tenham espaço suficiente para se movimentar com conforto e segurança.


Barras de apoio


Onde fixá-las? Elas devem ficar ao lado do vaso sanitário, próximo a pia e no box.


No box do banheiro acessível com chuveiro, as barras de apoio devem estar posicionadas a uma altura de 75 cm do piso e ter o comprimento de pelo menos 70 cm, a uma distância de 85 cm da parede lateral do banco de apoio para banho.


Pias e Vasos Sanitários


A pia do banheiro acessível deve ter altura máxima de 80 cm do piso, pois o cadeirante precisa encaixar as pernas embaixo do lavatório quando for utilizá-lo.


A torneira deve ficar a uma distância máxima de 50 cm do corpo da pessoa e deve ser acionada por alavancas, sensor eletrônico ou dispositivos similares.

Não convém instalar armários sob as cubas, melhor deixar a área totalmente livre.


Pisos

Finalmente, um dos pontos que eu considero mais importantes !


Além das dimensões do banheiro acessível, que devem ser confortáveis, estes também devem ter a superfície/piso regular, estável e antiderrapante. Evite escolher revestimentos que possam causar insegurança, com muitas cores e estampas, ou de padrão tridimensional, que podem causar confusão ou que sejam muito escuros.


Espero ter ajudado um pouquinho nas dúvidas sobre acessibilidade nos banheiros. Fiz esse post com muito carinho pois é grande a frequência que esses serviços me tem sido solicitado devido às exigências desse ambiente nos edifícios de uso comercial. Mas quem precisar de um banheiro acessível em casa, também fica a dica!



0 comentário

Comments


bottom of page