top of page
  • Foto do escritorPortal Entre Elas

Tudo depende de você

Trabalhar no que se quer conquistar para criar as condições de realização


Por Dani Wicher

Trabalhar de verdade no que é preciso e no que se quer conquistar, significa criar as condições para que isso aconteça. Você não pode ficar parada esperando que alguém resolva o seu problema, pois a maioria das coisas só depende de você, só acontecem se você fizer, e não adianta cobrar dos outros, não.


A constatação de que boa parte das coisas depende só de você, não é algo simples para a maioria das pessoas. Normalmente, as pessoas esperam que as coisas caiam do céu, que alguém resolva os seus problemas sejam eles no trabalho, com a família, amizades...


Muitas vezes, travamos quando precisamos resolver algo. No ambiente profissional por exemplo, quando recebermos um pedido ou uma ordem, por não saber como fazer, paralisamos. “Como vou resolver? Não sei fazer isso”. Como assim não sabe?  Você acha que depende de quem pra fazer? Se não sabe, tem que buscar recursos, aprender, perguntar, se informar, afinal é a sua função no trabalho descobrir como se faz.


Muitas pessoas reclamam que não são promovidas, que não conseguem um bom relacionamento, que não passam nas provas porque não sabem fazer nada sozinho e esperam sempre que alguém resolva por elas. Temos a tendência ao vitimismo:  Não faço isso porque eu não tenho como fazer. Só que arranjar os meios e conseguir estratégias é parte do nosso trabalho.


Se no meu trabalho, a maioria das mulheres não apresentam mudanças significativas em suas vidas, eu poderia dizer que a culpa é delas porque não se esforçaram, o que até pode acontecer, mas se a grande maioria não conseguir, significa que a culpa é minha também. A Diva pode estar errada em achar que eu tenho que ajudar em tudo, mas se eu não consigo ajudar em nada a culpa é minha também. É uma via de mão dupla. Para exercer uma função é importante ter várias habilidades. Então tenho que me virar, aprender e não achar que todo mundo me deve tudo o tempo todo. Tudo depende de você!


Na família é a mesma coisa. Uma pessoa tem que resolver a demanda da casa, filhos e não quer fazer sozinha. Logo vem um diagnóstico ou palpite de alguém que não entende nada e a conversa de filhos na terapia, fono, isso ou aquilo se torna o tema da tarde. Claro que existem casos que realmente exigem isso, mas na maioria das vezes, você não tem como terceirizar a responsabilidade, ela é sua. Vamos supor que seu filho está agitado, agressivo, gritando, triste, depressivo. Provavelmente você está igual, pois quando falamos com as crianças gritando, ou estamos cabisbaixas, chorando ou ansiosas, a criança vai ficar igual, e quem vai ter que resolver isso? Você mesma.


Isto aqui é para a vida: sempre que você estiver em uma situação e não estiver conseguindo sair dela, pare de pensar: “fulano” tinha que me dar isso, tinha que fazer aquilo”. Tinha NADA. A responsabilidade é sua basta assumir.


Muitas vezes para “fazer” é necessário pedir ajuda também. Porém você tem que ser ativa e não é ficar só esperando ou reclamando. Quando paralisamos em uma situação, temos de nos perguntar: “Estou paralisada por quê? Identificar e continuar caminhando.


Não reclame porque a vida não anda. Quando você estiver diante de uma situação que realmente não tem solução, independente se sua religião, dobre o joelho e reze. Ore para Deus. Cerque-se de pessoas boas e peça ajuda quando for necessário, mas sem achar que as pessoas te devem alguma coisa, tá?


Juntas Somos Mais Fortes!



0 comentário

Comments


bottom of page