top of page
  • Foto do escritorPortal Entre Elas

Chá da tarde em tubos de ensaio

Por Maira Trentin



Coisa boa receber amigas em casa e servir um chá, café e biscoitos, não é mesmo!? E o que não pode faltar em um momento como esses, é uma boa conversa. Hoje eu gostaria de trazer um convite: seja amiga de uma cientista. Muito do que conhecemos sobre ciência, ou coisas que vimos e chamamos de ‘divulgação científica’ são, na verdade, a pontinha de icebergs enormes. Quando um conhecimento científico se torna público, disponível para todos, significa que um longo processo já aconteceu e os resultados do estudo finalmente puderam ser divulgados.


Para que os conteúdos científicos sejam divulgados, quer seja através de um artigo em uma revista, de um relatório oficial, de um documentário, site de um instituto de pesquisa ou Universidade, um longuíssimo caminho já aconteceu. É como se recebêssemos um bolo fresquinho, mas sem saber sobre todo o processo para prepará-lo. Sem saber como foi a escolha da receita, a origem e a disponibilidade dos ingredientes, quantas pessoas foram necessárias do início ao fim do processo, quantas tentativas aconteceram antes da receita vingar, se o forno e outros equipamentos necessários estavam disponíveis ou se foi preciso realizar compra ou empréstimo das vizinhas (...).


Em resumo, o bolo não deixa de ser bolo. O fato de que ele está ali à sua frente, disponível para ser conhecido/experienciado por você, não muda. Assim como o conhecimento científico não o deixa de ser. No entanto, mergulhar No Mundo da Ciência é uma excelente forma de encontrar informações mais profundas sobre o conhecimento, e sobre a construção do conhecimento científico. Por isso, tome bons chás com suas amigas cientistas. Além de artigos, revistas, relatórios e documentários de divulgação científica - que são excelentes fontes de conhecimento científico -, descubra um pouco mais do caminho percorrido até todas essas pessoas chegarem a essas conclusões.


Para nos manter em segurança nesse tempo da pandemia, talvez o chá tenha que ser de forma digital, assim como temos feito aqui semanalmente! Nos vemos - lemos - semana que vem!



0 comentário

Comments


bottom of page